Dica 3 – Pontos de contato – pés x pedal

(por Richard Dunner)

Seguindo a nossa seqüência de artigos sob pontos de contato vamos falar agora do pé e do pedal.

Os nossos pés junto com as nossas pernas são os instrumentos principais para a propulsão da nossa bicicleta e tem que ter os meios mais adequados para executar estes movimentos de forma eficiente.

Retomando as premissas iniciais, vamos nos lembrar que, para ciclistas que pedalam longas distâncias, é importante praticidade e conforto. Assim, a escolha do pedal e da sapatilha, nesta ordem, são essências.

Pedais
Na historia da bicicleta, muito cedo percebeu-se que era importante ter o pé na posição correta em cima do pedal. Desta forma, depois de aprimorar os pedais de plataforma, desenvolveu-se o firma pé para manter o pé, como diz o nome, em uma posição mais firme em cima dos pedais. O pedal com firma pé foi utilizado durante décadas sem grandes alterações, ate que no final dos anos 80, Bernhard Hinault, um dos grandes corredores profissionais começou a utilizar pedais de encaixe nas corridas.

O pedal de encaixe usando um clipe no pedal e tacos na sapatilha foi inventado pelas empresas de esqui alpino, que buscavam diversificar a sua produção para acabar com a ociocidade nas fábricas no verão. As vantagens do novo pedal eram obvias. O sistema se impos rapidamente nas competições, passando depois gradualmente para o ciclismo em geral.

Hoje, achamos as seguintes opções no mercado (veja fotos anexas):
1. Pedal de plataforma
2. Pedal de plataforma com firma pé
3. Pedal de encaixe com clipe de MTB
4. Pedal de encaixe com clipe de Speed

Conforme avançamos na nossa lista acima, vai aumentando a rigidez da fixaçao do pé no pedal e vamos nos direcionar cada vez mais para o ciclismo de competição.

Lembrando as necessidades do ciclista de longa distância, prefiro as primeiras três opções, por poder usar sapatilhas que permitem andar normalmente. Assim, podemos evitar acidentes, sobre tudo quando estamos cansados e temos dificuldades para nos movimentar.
A terceira opção, pedais de MTB, é na minha opinião a melhor porque combina praticidade com bom aproveitamento da força. O pé fica sempre na posição correta em cima do pedal e a sapatilha usa um taco embutido na sola.

Na quarta opção, pedais com clipe para Speed, vamos ter um pedal para alto desempenho. Este tipo de pedal exige tacos que ficam por cima do nivel da sola da sapatilha (sobressalentes) e somente vamos poder andar como pés de pato. Já vi ciclistas experientes quebrando um taco, tendo que caminhar uma distância maior devido a uma pane, e consequentemente perder a prova.

Pedal de plataforma

Firma pé para sem clipe

Sapatilha
Tendo escolhido os pedais, podemos escolher a sapatilha apropriada, que será um tênis, uma sapatilha de MTB (onde os tacos ficam embutidos na sola) ou uma sapatilha de Speed (com tacos sobressalentes = por cima da sola).

Independentemente do pedal a ser usado, a sola tem que ter uma rigidez maior que um sapato ou tênis de uso diário. Para pedais de plataforma, a sola pode ser um pouco mais flexível, porque o pedal tem uma área de apoio maior. No caso de pedais de encaixe, onde a superfície do pedal é menor, a sola tem que ser mais rígida. Para escolher o tamanho, lembre-se, que depois de longas horas de pedal o pé incha, portanto, recomendo usar um número maior do que usa no seu calçado diario. Costumo usar de meio a um número maior, dependendo do modelo. Experimente a sapatilha com uma meia relativamente grossa. Isto, porque uma meia um pouco mais grossa ajuda no ajuste das imperfeições do pé para a sapatilha, e por questões de higiene. Se a sapatilha estiver apertando em algum lugar, descubra por que. Não é um bom sinal. Para o ajuste fino, lembre-se também da palmilha. Dependendo do seu tipo de pé, cavo, normal ou chato, pode fazer uma grande diferença.

Em 2010 passei por uma experiência interessante. Tinha comprado uma sapatilha de MTB nova, formato e tamanho perfeitos, comecei a usar, e parecia tudo em ordem. Pedalei algumas distâncias maiores, e de repente, em um treino començou a doer à planta do pé esquerdo. Gradualmente as dores viraram crônicas e, no ápice da minhas dores, tive que usar palmilhas mais moles até nos sapatos de passeio.

Retornei para a sapatilha antiga e a dor desapareceu. Voltei a usar a sapatilha nova e a dor voltou. Isto, sem a sensação de que apertasse em algum lugar. Ai percebi que a palmilha tinha um leve levantamento, na parte central dianteira. Troquei as palmilhas e a dor desapareceu. Foi com esta sapatilha que pedalei PBP 2011 sem nenhuma dor.

Se sentir desconforto, dor ou dormência (formigamento) no pé, investigue. O problema pode ser pequeno, mas com conseqüências dolorosas.

Sapatilha Speed – (tacos sobressalentes)

Sapatilha Speed - (tacos sobressalentes)Sapatilha MTB – (tacos embutidos na sola)

Sapatilha MTB - (tacos embutidos na sola)

Posicionamento do pé no pedal
Tendo decidido os pedais e sapatilhas a serem utilizados, falta o ajuste final do pé com o pedal para pedalar de forma eficiente.

As elaborações seguintes servem para qualquer tipo de pedal, seja com ou sem clipe. O posicionamento do pé em cima do pedal determina o melhor aproveitamento da força aplicada e pode evitar problemas físicos (dores, tendinites e lesões musculares).
Olhando de lado para o seu pé (veja o primeiro desenho), a ponta do metatarso do dedão, popularmente conhecido como “a bola do pé”, tem que ficar posicionado levemente na frente do eixo do pedal.

Assim, olhando o pé de cima (veja o segundo desenho), a ponta do metatarso do segundo dedo vai ficar exatamente em cima do eixo do pedal.

No caso de usar sapatilha com taco para pedais com clipe, o taco tem que ser fixado na sapatilha de tal forma que a parte central deste fique exatamente na ponta do segundo e o terceiro metatarso (partindo do metatarso do dedão).

Além do posicionamento longitudinal do pé no pedal, o ângulo de posicionamento transversal é muito importante.

A sua forma de posicionar os pés no pedal, vai ser igual a sua forma de pisar quando caminha na rua. Sentado no selim da sua bicicleta, olhando para o seu pé, vai colocar o pé no pedal automaticamente na forma mais confortável, com a ponta do pé olhando para dentro, reto ou para fora. Usando pedais de plataforma vai ficar no ângulo transversal correto.

No caso de pedais com clipe de encaixe (veja o segundo desenho), vamos fixar o taco na posiçao longitudinal correta, com a parte central na altura da ponta do segundo e terceiro metatarso. A ponta do taco ficará entre o segundo e terceiro dedo do seu pé no ângulo transversal correto. Dependendo do posicionamento da ponta do seu pé em cima do pedal, eventualmente, o ângulo terá que ser corrigido.

Um exemplo típico de consequencias de posicionamento errado do pé no pedal eu presenciei um domingo de manhã, pedalando atrás de uma ciclista. Percebi que enquanto ela pedalava a perna esquerda movimentava-se normalmente na vertical mas a perna direita oscilava lateralmente. Isto acontece pelas seguintes razões:
1. Existe uma lesão ou deformação de joelho, perna ou pé
2. e/ou o taco foi colocado no ângulo transversal errado.

Este movimento sem coordenação significa um mau aproveitamento da força aplicada, e em uma segunda instância pode causar todo tipo de lesões.

Com tacos de MTB existe uma folga no movimento transversal, então, em geral não teremos problemas no posicionamento.

O posicionamento do taco de Speed pode ser mais delicado. Estes tacos foram desenhados para dar a menor folga possível, em qualquer direção, para aproveitar a força da forma mais eficiente. Assim, o posicionamento do taco tem que ser feito de forma precisa, fazendo-se eventuais ajustes depois de um primeiro pedal.

Passando para a prática, para quem usa pedais de encaixe e queira colocar o taco na sua sapatilha pessoalmente, achei um artigo muito detalhado no bikemagazine

Abraços a todos e bom pedal!

**para entrar em contato com o Richard Dunner, escreva para rdunner@uol.com.br.

43 respostas em “Dica 3 – Pontos de contato – pés x pedal

  1. Pingback: Dicas de ciclistas experiente. « Trilha Livre

  2. Eu sinto dores no joelho direito por não usar sapatilha, isso acontece porque ao pedalar longas distâncias minha perna esquerda costuma trabalhar mais, isso se deve porque sou destro e tenho mais força nesse lado do corpo.
    Uso pedal de plataforma e em breve quero usar clipes para MTB nas minhas pedaladas.

  3. TROQUEI D BIKE A POUCO TEMPO PEGUEI UMA SPECIALIZED HOCKHOOPER PRO E USO SAPATILHA COM OS TAQUINHOS E COMEÇOU A M DOER BASTANTE O JOELHO DIREITO OQ FAÇO ???

    • Oi Ricardo, tenho umas perguntas para você:
      1. Já usava a mesma sapatilha e os taquinhos na sua antiga bicicleta ou passou a usar na nova?
      2. O seu posicionamento na bicicleta nova é igual a antiga ou houve mudanças?

      Abraços,
      Richard

      • Meu caso é idêntico. Como o Ricardo não respondeu, no meu caso é tudo novo o pedal clip (plataforma) e a sapatilha. O posicionamento não mudou (continua o mesmo).

        Atenciosamente
        Junior

      • Oi Junior, observou alguma mudança no movimento da perna na qual o joelho doe? Observa, se tem durante a pedalada um movimento lateral, como se a perna estivesse saindo do eixo! Abs

  4. Bom dia, é o seguinte comprei sapatilha e pedal de clip, muito bacanas mas 5km de pedal começa a doer na lateral externa dos pés! oq pode ser pessoal? comprei equips tops ja p n ter problemas, pedal de duplo clip e sapatilha de MTB top ambos SHIMANO, alguma dica ai?

      • Thiago, com relação a este aspecto não podemos opinar nem recomendar nada, seria um risco, pedimos que consulte um ortopedista. Nunca tive relato de algum ciclista com pé chato. Minha preocupação é recomendar algo que pode piorar sua situação. Abraço. Rogério

    • Thiago, o mais provável é que o taquinho não esteja corretamente colocado na sapatilha. Qualquer desvio irá causar dores ao pedalar. Mas também pode ser a altura do selim, é difícil de saber de longe. Recomendamos que você procure um profissional capacitado a avaliar estes pontos, e quem sabe até fazer um bike fitting, para avaliar todo seu posicionamento em cima da bike. Espero ter ajudado. Abraço. Rogério.

  5. Estou decidido a pedalar com clip na minha MTB , os colegas de pedal compararam meu desempenho como se passasse de um carro 1.0 para um carro 1.6 , enfim vou usar e com certeza vou adaptar.
    abraço a todos
    boas pedaladas

  6. olá eu antes pedalava com tenis, e decidi comprar uma sapatilha speed, ai quando comprei a sapatilha eu ajustei o clip, para deixar a sapatilha paralela ao quadro e o pé apoiado no eixo do pedal, só que depois q passei a usar a sapatilha tenho a impressão q meu rendimento não melhorou, na verdade parece q piorou, e eu tenho sentido uma dor no lado do joelho esquerdo, no dia apos a pedalada e as vezes durante a pedalada, já virifiquei os ajustes da bike e não mudou muito. Vocês poderiam me ajudar?
    Grato,

    • boa noite, pergunta, qual é o tipo de pedal, tipo de taco que está usando, onde ficou o eixo do pedal relativo ao seu metatarso esquerdo e direito. e por último a que altura você fixou a altura do selim, veja também Dica 4?

  7. bom dia, tenho um pedal de speed mas não tenho os tacos nem a sapatilha, quando eu comprar a sapatilha os tacos veem juntos ou compro separado?

    • oi gustavo, complementando o comentario de Rogerio, os pedais, comprados novos, incluem os tacos. quando original estão dentro da caixa dos pedais. caso compre usado vai ter que comprar os tacos avulsos na bicicletaria. abs

  8. Bom dia, depois de tanto amigos me indicarem a usar sapatilha de MTB, decidi comprar, mas estou tendo problemas com dores, já fiz a regulagem dos tacos com profissional da área, já ergui o selim, já abaixei selim e mesmo assim sinto uma dor aguda na sola do pé depois de alguns kms pedalando, qnd começa a doer muito eu apenas desclipo, para na hora ai apos alguns metros já clipo novamente e a dor vem contudo novamente, perdi meu desempenho e não sei oque posso fazer, gostaria de umas dicas

      • Boa noite Fernando, Quál é a marca e modelo da sua sapatilha? Quál é o pedal que você usa? Quál é o tipo de pé que você tem (arco alto, normal ou pé chato? Agradeço a sua resposta.
        Richard

    • Oi Richard, mto bom seu texto. Estou com um problema mto parecido com o do Fernando. Chego a chorar de dor depois entre 15 a 20km de pedal. Nao consigo colocar o pe no chão de dor. Me dói a planta de ambos os pés. Ja regulei os tacos no inicio, meio, fim. Ja troquei o modelo da sapatilha (ambas q usei sao shimano). E a dor continua. Pode me ajudar?

      Meu numero: 37/38br
      Sapatilha 01: n 39
      Sapatilha 02: n40
      Obs: minha pisada é pronada.

      • Bom dia Marcela, o primeiro que acho que temos que verificar é o formato do seu pé. Existem nas lojas de bicicletas onde fazem bike fit pisadores da Specialized (ou outros) onde se define o tipo de pé que você tem: chato, normal, arco alto. Isto é o primeiro que eu faria, a partir de ai podemos continuar falando. Pode, que uma palmilha resolva. Um lugar onde tem o pisador mencionado é na Ciclo Ravena, na Rua Diogo Jacomé, em Moema. Fico no aguardo da sua resposta. Abs

  9. gosto de pedalar mas tenho um grande problema eu naõ faço a envergadura da perna direita 100% estou a procura de um pe de vela tamanho 65 ou 60 o que voce acha que devo fazer

    • Bom dia Carlos Alberto,
      Imagino que se refere a pedivela 160 ou 165 mm. Quál é a sua altura? E se souber, o seu cavalo? (olha para isto Dica 1).
      Abraços,
      Richard

  10. Tenho um desvio na rótula, por três anos pedalei “forçando” o pé a ficar reto conforme taco. Resultado, condropatia patelar, uma doença degenerativa e sem cura. Não posso mais pedalar longas distâncias e nem de forma mais forte…o que eu mais gostava.

  11. Por três anos pedalei “forçando” o pé a ficar reto conforme taco. Resultado, condropatia patelar, uma doença degenerativa. Tinha desvio de rótula e não sabia… Não levei a sério achando que conservaria fazendo isso.

    • Olá Lilian, quando fala “forçando” já imagino que pode ter sido este o problema, entendo que não era um movimento natural. Por isso sempre recomendamos consultar os especialistas, como ortopedistas, educadores físicos, fisioterapeutas, etc, lembrando que existem as individualidades, cada ciclistas tem suas particularidades a serem considerados. Abraço. Rogério

    • Oi Gilvanete, para poder lhe ajudar, vai ter que me dar mais informações. a sapatilha, mtb ou speed, que usa para pedalar é confortável ou aperta em algum lugar? já verificou o tipo de pé que você tem? pé chato, etc,,,,tem pisadores da Specialized em algumas lojas de bicicleta. agradeço a resposta.

  12. Bom dia amigo!
    Acho que vc pode me dar umas dicas quanto a posição do taquinho.
    Em resumo, eu pedalava somente aos fds uma média de 150km MTB, até resolver usar sapatilha, ai no primeiro pedal aos 80km senti uma dor imensa no joelho direito, fiz ressonância e pronto, adquiri condromalacia patelar.
    Quanto a posição do taquinho em relação ao metatarso acho que esta ok! Minha dúvida é em relação a direção da ponta do pé (para dentro, reto, para fora), tenho quase certeza que foi esse o problema. Fiz como vc comentou, sobre analisar a direção dos pés na caminhada, mas não consegui reparar nenhuma assimetria, ou seja, parece estar reto. Você me indicaria outra forma de fazer essa análise?
    Uma Obs importante, é que logo nos primeiros pedais que fiz com a bike ainda sem as sapatilhas, reparei um esfolamento no pé de vela e na cora, devido o atrito com o pé eu acho. Será que isso pode me ajudar a encontrar uma posição ideal!?
    Sem querer abusar, rs, mas quanto a Condromalacia Patelar, vc que é do ramo de longas distancias, conhece alguém que tem esse problema e ainda pedala, se conhece, como foi o caso?, tenho muita esperança em voltar, bike e a minha vida!
    Desde já muito obrigado, e vou acompanhar a pergunta aqui!
    *pessoal ai do tópico pergunta e nem acompanha a resposta.. acho uma falta de educação enorme com vcs que pretendem a difundir e ajudar no assunto!*

    • Oi Luciano, relativo ao posicionamento do taco: Percebeu pedalando,que a sua perna direita se movimenta diferente que a perna esquerda? Que pedalando parece ter um movimento lateral, como se a perna estivesse saindo do eixo! Se este é o caso tem que reposicionar a ponta do seu pé em relação ao eixo do pedal. Recomendo buscar um bike fitter experiente, não daqueles que somente olham para os sensores, mas que observem você pedalando para identificar o movimento de pernas e pés. Falando da Condromalacia Patelar, imagino-me que já tem algum diagnóstico de médico, que avaliou o desgaste da cartilagem do seu joelho. Em casos de desgaste inicial, da, com adaptações, voltar a pedalar. O Nosso Rogerio, organizador, tem este problema, e está pedalando. De qualquer forma tem que saber o grau de desgaste, e seguir as recomendações do especialista. Abraços Richard

  13. Oi Richard!
    Não tive essa percepção da perna movimentando como se estivesse saindo do eixo, mas assim que eu tentar voltar a pedalar vou observar isso com muito cuidado, estou pensando em comprar um rolo para fazer essa analises com mais cuidado, acredito que ira ajudar!
    Otima noticia que vc me deu viu! sobre o Rogerio que esta pedalando…, diante dos exames o especialista em joelho que fui avaliou como grau 1, (vai de 1 a 4). Tenho esperança que ira melhorar! daqui 3 meses volto a pedalar e compartilharei minha experiencia com vcs!
    Richard vc sabe de algum medicamento que o Rogerio toma ou algo que ele fez ou faz que o ajuda a continuar as pedaladas!? se puder me passar eu converso com meu medico sobre para ver o que ele acha!
    VLw muito obrigado! abração pra tds ae!

    • Boa tarde,
      Falei com Rogerio, que tem grau 1. O primeiro que todos os médicos recomendam é reforçar a musculatura da sua perna. No caso do Rogerio, também se percebeu que uma das pernas é mais curta que a outra, assim passou a usar uma palmilha na perna mais curta. As medidas ajudaram bem, tanto que hoje está pedalando outra vez longas distancias. Seria isto de momento, mas por favor antes de tomar qualquer medida converse primeiro com o seu especialista, (fisioterapeuta ou médico). Abs

  14. Eu sempre pedalei de sapatilha, quando comprei a minha sapatilha nova sinto uma dor muito forte no dedo do lado do miudinho do lado direito, depois de um tempo fazendo força.
    Oq poderar ser?

  15. MINHA SAPATILHA ME FORMIGA MUITO OS PES, CALSO 37 NA NUMERAÇÃO DO BRASIL, E A SAPATILHA É 39 SHIMANO, AGORA COMPREI UMA SPIUK LENZI 41 (SENDO 38 NA NUMERAÇÃO B
    BRASIL) PARA VER SE AS VEZES SENDO MAIOR FORMIGA MENOS.

    • parto do principio que a sapatilha não aperta. então recomendo verificar o tipo de pé que você tem (chato, arco alto ou normal). depois coloca a palmilha apropiada e verifica mais uma vez. abs

  16. As vezes eu acho que o pé direito eu ponho muito para trás e a ponta do pé é que fica no pedal no começo eu acho que eu punha dá melhor maneira é agora devido a dor do joelho eu acho que eu têm hora que coloco errado por isso eu estou tentando ver qual foi a maneira que eu mudei um pouco .

    • Oi Ana Maria,
      Recomendo visitar um bike-fit para verificar o tamanho da sua sapatilha, o posicionamento dos tacos, e o movimento que você faz durante o pedal. abs

  17. Olá! Tenho desvio de rótula e ao fazer pedais longos e fortes eu sinto muita dor no joelho direito! Normalmente faço em média 300 km por semana. Acontece que acho que essa dor está vinculada ao posicionamento do taco, então farei o bike fit daqui a umas duas semanas para tirar essa dúvida. Você me aconselharia suspender os pedais (mesmo sendo eles tranquilos e leves, sem “tiros”) pelas próximas semanas até o dia do bike fit, ou você acha que eu poderia pedalar dessa forma (pedais mais leves e mais curtos) nessas próximas semanas sem prejudicar o meu problema?

    • Olá Thaísa, você relata que tem desvio de rótula, então imagino que deve ter autorização médica para pedalar, como não somos médicos fica difícil darmos qualquer “palpite”, sem dúvida seria um ortopedista que te recomendaria. Pedalar é uma atividade repetitiva, então se tem qualquer problema, mesmo que seja atividade leve, com a repetição e longo tempo imagino que uma hora vai doer. Eu aguardaria até o bike fitting, até mesmo para tirar qualquer dor e poder comparar após pedalar num novo posicionamento do taquinho. Mas, se ainda não foi ao ortopedista, com certeza a primeira coisa que deveria fazer é uma consulta no seu médico de confiança, até antes do Bike fitting. Uma boa recuperação!. Rogério

      • Bom dia Thaisa, concordo com o comentario de Rogerio acima, imagino que tem um fisioterapista ou médico, que lhe acompanha. Suspenda qualquer treino ate ter falado com médico e feito o bike fit. Não sabendo a causa pode estar piorando a situação da sua rótula. Depois de saber o “porquê” vai poder voltar com segurança aos seus treinos. Abracos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s